“O Piolho”

Café Ancora d’Ouro, vulgo “O Piolho”, onde desde 1889 se encontram muitos professores e alunos da Universidade do Porto.

“ O Café Âncora d’Ouro, também já existia nos fins do sé. XIX. No ano de 1909 foi trespassado a Francisco José de Lima. Hoje (1964) na posse de um seu filho, desfruta de grande prestígio, por ali se reunir a classe médica e a irrequieta estudantina universitária. 

Por essa razão, é que as suas paredes se vêem ornamentadas com inúmeras placas de mármore ali mandadas colocar, de 1947 para cá, pelos cursos médicos, na altura da movimentada e festiva Queima das Fitas. 

Para amostra e como lembrança, aqui deixamos o texto integral de duas dessas lápides:

“Vós que ora entrais, sabei que outros maiores,

Que os mestres nunca olharam bem de frente, 

Um dia conquistaram sem favores,

O grau que ambicionais, ó fraca gente!

Deste café saíram tais doutores 

Sem nunca terem visto a cara ao lente…

(do curso 1951/52)

“Ouve oh caloiro ingénuo e criançola

(que nisto de Galeno estás bem cru):

Entrega ao mestre a sua velha escola

E manda o que aprendeste a belzebu…

Has-de gritar, um dia, dando à sola:

Ancora d’Ouro, a faculdade és tu…”

(do curso 1952/53)

Fonte: Porto, de Agostinho Rebelo da Costa aos nossos dias

Anúncios
Explore posts in the same categories: Cultura e Lazer

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: